Skip to content

Como Faço Para me Cadastrar no Bolsa Família?

O programa do Bolsa Família é um programa governamental que visa fornecer recursos financeiros para pessoas que se enquadram no grupo baixa renda sob determinadas condições. Muita gente se pergunta “Como faço para me cadastrar no Bolsa Família?” e é isso que você aprenderá hoje.



É importante falar que não é possível realizar o cadastro bolsa família online por isso nós explicaremos onde você deverá ir para fazer a sua inscrição.

Será necessário levar alguns documentos a fim de identificar você e os familiares que residem na mesma casa bem como para comprovar a renda total da casa, portanto nós também daremos uma lista onde constará o que precisa para cadastrar no bolsa família.

Em seguida, informaremos a você qual é o tempo necessário entre o cadastro e o resultado da análise para que você possa ter uma estimativa do quanto precisará aguardar até ter o seu direito concedido.

Por vezes algumas famílias perdem o direito ao benefício devido a mudanças na situação financeiras ou por outros motivos, devido a isso o último tópico do artigo abordará a famosa pergunta: “Meu bolsa família foi cancelado, posso fazer outro cadastro?”



Já adiantamos que é possível se cadastrar novamente no programa, no entanto, falaremos mais sobre a possibilidade e, caso haja, como fazer o recadastramento do bolsa família pela internet em um outro artigo que você também poderá acessar. Boa leitura!

Como Faço Para me Cadastrar no Bolsa Família
Como Faço Para me Cadastrar no Bolsa Família

Como Faço Para Me Cadastrar no Bolsa Família?

Após saber sobre a existência do programa em questão muita gente se pergunta “Como faço para me cadastrar no programa bolsa família?”



Como trata-se de um programa destinado a famílias baixa renda do Brasil inteiro, realizar o cadastro não é sinônimo de consegui-lo.

Isso porque existem uma série de requisitos que precisam obrigatoriamente serem preenchidos para que você possa receber o benefício, já que este conta com recursos limitados.

A única forma de realizar o cadastro é indo até o setor responsável pelo programa em sua cidade, esse serviço está sob responsabilidade da prefeitura, por isso pode variar de cidade para cidade.

Cadastro do Bolsa Família Online

Muitas inscrições podem ser feitas via internet, no entanto, esse não é o caso do programa do qual estamos tratando.

Não é possível fazer o cadastro bolsa família online, a única forma de realizá-lo é indo até o setor responsável, como já dito no tópico acima.

Em alguns municípios ele também pode ser solicitado no Centro de Referência de Assistência Social (Cras), portanto, busque essas informações em sua cidade para que possa escolher o lugar mais confortável para você.


O Que Precisa Para Cadastrar no Bolsa Família?

Para responder a pergunta: “o que precisa para cadastrar no bolsa família?” nós dividiremos em dois tópicos.

Agora você verá quais são os requisitos para fazer isso e em seguida verá quais são os documentos que deverão ser levados até um dos lugares citados nos tópicos anteriores.

Para se cadastrar no programa do Bolsa Família será necessário realizar uma inscrição à parte no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Também é preciso se enquadrar no grupo de famílias extremamente pobres (renda mensal até R$89,00 por pessoa).

Famílias pobres (renda per capita de R$89,01 a R$178,00) também poderão realizar o cadastro contanto que possuam em seu grupo familiar crianças ou adolescentes (de 0 ou 17 anos) ou gestantes.

Lembre-se de manter seus dados atualizados junto à prefeitura para que não corra o risco de perder o benefício após começar a recebê-lo.

Reiteramos que a realização do cadastro não dá a certeza da sua participação no programa. A sua inscrição ficará sujeita a análise e o Ministério do Desenvolvimento Social divulgará mensalmente quais são as famílias habilitadas ao recebimento.

Documentos Para o Cadastro do Bolsa Família?

Os documentos para cadastro bolsa família são os seguintes: Certidão de nascimento, sua carteira de identidade, CPF, carteira de trabalho, título de eleitor, um comprovante de residência.

Para identificar as pessoas que são dependentes e compõem o grupo familiar basta levar a certidão de nascimento e o RG de cada uma delas.

É importante ressaltar que para realizar o cadastro no CadÚnico é necessário que a pessoa que irá realizá-lo seja responsável familiar e tenha no mínimo 16 anos.

Depois do Cadastro do Bolsa Família Quanto Tempo Recebo?

Após realizar o cadastro é necessário que o possível beneficiário se pergunte: “depois do cadastro do bolsa família quanto tempo recebo?”. 

A resposta para essa pergunta pode variar, isso porque não existe um prazo mínimo para ter o benefício habilitado e ele normalmente varia de um a três meses.

Por isso, é importante checar durante todos os meses posteriores ao cadastro se o nome da sua família consta na lista de habilitados.

Você pode fazer essa consulta de modo online seguindo as instruções abaixo:

Passo 1) Abra a página do Google.

Passo 2) Pesquise no Google por “Consulta pública bolsa família SIBEC”

Passo 3) Clique no primeiro link que será exibido.

Passo 4) Você será direcionado para a página abaixo:

Depois do Cadastro do Bolsa Família Quanto Tempo Recebo
Depois do Cadastro do Bolsa Família Quanto Tempo Recebo

Passo 5) Selecione a opção “Consulta benefícios por CPF”

Depois do Cadastro do Bolsa Família Quanto Tempo Recebo
Depois do Cadastro do Bolsa Família Quanto Tempo Recebo

Passo 6) Digite as informações solicitadas.

Passo 7) Clique em “Consultar”.

Na próxima página você conseguirá visualizar se a sua família foi ou não habilitada no mês em questão.

Meu Bolsa Família foi Cancelado Posso Fazer Outro Cadastro?

O benefício do Bolsa Família pode ser bloqueado por diversos motivos, basta não cumprir com uma das regras impostas pelo programa.

Caso isso tenha acontecido com você, saiba que é possível reverter a situação e para fazer isso será necessário ir até o Cras de sua cidade e realizar o cadastro de novo se preencher novamente os requisitos necessários para fazer a solicitação.

A assistente social ficará responsável por analisar novamente os seus dados e informar o motivo do cancelamento do benefício.